gtag('config', 'AW-1066184524'); Final de Ano: consumidores devem se preparar para minimizar os problemas de sempre!

R. da Consolação, 222 – 19º andar

Consolação - São Paulo/SP

CEP.: 01302-901

+55 11 3289-5797

+55 11 3284-4976

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
Buscar
  • V2 Consulting

Final de Ano: consumidores devem se preparar para minimizar os problemas de sempre!


Época de festas, férias, verão... Embora seja tudo o que todo mundo quer, esse não é um período tranquilo, ainda mais para os consumidores brasileiros, acostumados a deixar as suas compras para a última hora.


Nesta época que antecede as festas natalinas, consumidores e empresas já deveriam estar com tudo planejado e, se possível, executado para atravessá-la sem transtornos, mas como essa é uma situação recorrente a cada ano, tudo indica que alguns problemas tendem a se repetir.


Se pela falta de tempo ou praticidade você vai optar por realizar compras pela internet ou por telefone, é importante saber que se algo falhar, você precisará falar com o SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor que, neste período, costuma ficar sobrecarregado e pode apresentar uma queda na qualidade do atendimento em relação a outros meses do ano.


Não há situação pior para o consumidor do que ele comprar algo pela internet ou por telefone, não receber dentro do prazo ou receber algo diferente do que comprou e a central de atendimento não atendê-lo, não resolver rapidamente o seu problema ou mantê-lo em espera, ouvindo música, enquanto o Natal se aproxima.


Há algumas dicas importantes que podem ajudar você a diminuir o risco de transtornos nas compras de Natal pela internet ou por telefone:

  1. Realize as suas compras com antecedência, considerando sempre que há um prazo para a compra ser liberada pela instituição financeira, conforme a forma de pagamento escolhida e que, a partir daí é que começa a contar o prazo para entrega do produto que você viu no site. Muitas vezes as pessoas se prendem somente ao prazo de entrega, desprezando o prazo da liberação financeira;

  2. Se você tiver como opções comprar em uma loja ou comprar pela internet, opte por comprar em uma loja. Lá você já sairá com o produto e, no caso da necessidade de troca, você poderá fazê-la com maior rapidez e facilidade. Se a sua decisão é comprar por telefone ou pela internet, fique ciente das condições para troca de produtos (processo de retirada/entrega da mercadoria, prazos etc);

  3. Nas compras pela internet, quando um produto estiver indisponível, avalie se vale a pena aguardar ou se não é mais prudente comprá-lo em uma loja e já resolver a situação. Da mesma forma, se você estiver decidido a comprar o produto pela internet ou por uma central de televendas e ele estiver disponível, não titubeie e efetive a sua compra, porque nessa época alguns produtos somem dos estoques rapidamente;

  4. Só compre de sites seguros, confiáveis. Mesmo que já realize compras usuais por um determinado site, consulte sempre o histórico recente de reclamações da empresa para saber se ela continua com boa credibilidade. Alertando que há empresas virtuais que mudam de nome para apagar o seu histórico ruim;

  5. Caso não conheça o site em que está comprando e tenha receio sobre a segurança das suas informações cadastrais, evite fornecer dados de cartões de crédito ou conta corrente e opte pela opção de pagamento por boleto bancário, atentando-se para o prazo de liberação da venda que envolve o pagamento por boleto;

  6. Nas compras pela internet, olhe cuidadosamente a especificação do produto para evitar erro na compra e trocas. Produtos elétricos, por exemplo, precisam ter voltagem compatível com a da região onde será utilizado;

  7. Não acredite em sites ou e-mails (spams) que apresentam ofertas mirabolantes. O mesmo golpe dos carros anunciados a preços baixos em jornais também ocorre pela internet com produtos diversos;

  8. Nas compras por telefone, não tenha pressa durante o contato. Ao final da compra, peça sempre para o vendedor repetir a descrição do produto que comprou, a quantidade, as condições de pagamento e o prazo de entrega. E, importante, se você está inseguro em realizar a compra por uma central de televendas, mas não tem alternativa, no início do contato pergunte sempre ao atendente se o contato está sendo gravado, pois essa gravação será muito útil caso saia algo errado;

  9. Não compre em site que não fornece um número de central de atendimento ou um canal de contato para tratar eventuais problemas. Sempre que possível, faça um teste antes para avaliar a qualidade desse serviço de atendimento. Se logo do teste você demorar para ser atendido ou for mau atendido, é bom avaliar outras opções;

  10. Se você finalizou uma compra por internet ou telefone e ficou com dúvida sobre algum ponto, não deixe para depois, entre em contato em seguida com a empresa e certifique-se que tudo esteja correto antes deles processarem o seu pedido;

  11. Não realize compras por telefone se a qualidade da ligação estiver ruim, com muito ruído ou com volume baixo para audição. Entre em contato novamente com a empresa ou peça para o vendedor ligar para você novamente. É fundamental que tudo seja perfeitamente compreendido;

  12. Sempre que realizar uma compra e o produto não for o que esperava, não deixe de registrar a sua opinião do produto no site onde fez a compra. Igualmente, se a empresa não cumpriu o acordado, registre a sua reclamação junto ao Procon ou sites específicos. Isso é fundamental para que outros consumidores possam ficam em alerta e evitar passar pelo mesmo que você.


Passada a preocupação em fazer uma boa compra, se tudo correr bem e você for bem atendido, não deixe de enviar um elogio para aquele profissional ou aquela empresa de quem comprou. Assim também destacamos, motivamos e valorizamos quem respeita o consumidor.


Compre consciente, com segurança e Boas Festas!

0 visualização