gtag('config', 'AW-1066184524'); Confiança: Princípio Básico do Feedback
Buscar
  • V2 Consulting

Confiança: Princípio Básico do Feedback


Olá Qualinauta!


Vamos falar um pouco hoje sobre feedback, mais especificamente sobre o aspecto da confiança que faz com que um feedback seja efetivo ou não.


Se você já participou ou acompanhou algum curso de formação de monitores, deve ter percebido que a parte que trata do feedback é uma das mais delicadas no processo de capacitação. Isso porque existe um certo “código de conduta” a ser seguido durante um feedback e que exige do monitor que ele neutralize a parte do seu comportamento natural que não está aderente a esse código. Isso é necessário para que o monitor transmita a seriedade do processo (o que não significa ser sério no feedback) e conquiste a confiança do agente.


Enquanto não se estabelecer essa relação de confiança entre monitor e monitorado, o efeito da monitoria será pequeno ou nulo. Você, por exemplo, aceitaria as orientações ou dicas de uma pessoa em quem não confia?


Muitas pessoas pensam que “dar feedback” é fazer um “bate papo”, mas não é! Bater papo é para qualquer pessoa, mas “dar feedback” é para pessoas capacitadas e conscientes da importância desse papel não só para si mesmo, mas também para os outros.


Até a próxima!

0 visualização

R. da Consolação, 222 – 19º andar

Consolação - São Paulo/SP

CEP.: 01302-901

+55 11 3289-5797

+55 11 3284-4976

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco