gtag('config', 'AW-1066184524');
Buscar
  • V2 Consulting

Bônus jogam contra o cliente


Infelizmente o modelo tradicional de bonificação de executivos e gestores precisa ser revisto em seus fundamentos. E explico o porque: em culturas hierarquizadas, como é o caso da que prevalece em nosso país, o individualismo se sobrepõe ao coletivo e, muitas vezes, ao interesse maior.


Imaginemos uma meta de vendas, por exemplo. Quem será bonificado ou premiado pelos resultados? O gerente de vendas e o diretor de vendas, provavelmente. Por isso, eles farão de tudo, dentro de sua alçada e autonomia, para vender mais e ganhar mais ao final do período. Já a meta que garante um bom atendimento ao cliente está nas mãos de outras pessoas, e que pode ser afetada por um conjunto de fatores internos, dentre eles, um aumento no volume de chamadas recebidas em função do crescimento das vendas da empresa.


Quantas empresas têm a capacidade de estabelecer metas que garantam a sinergia entre todas as suas áreas? Quantas empresas premiam profissionais que demonstram consciência coletiva e sacrificam parte de seus resultados em prol de um objetivo maior da organização?


Executivos recebem altas bonificações anuais enquanto aumenta o índice de insatisfação dos clientes da empresa. Para alguns, esse tipo de situação é normal, mas você não acha isso muito estranho? Onde está o comprometimento com a satisfação dos clientes?


Acredito sermos todos a favor da meritocracia, mas desde que isso seja feito de maneira equilibrada, sustentável, sem deixar marcas negativas para aquele que, aconteça o que acontecer, não pode pagar a conta: o cliente!

0 visualização

R. da Consolação, 222 – 19º andar

Consolação - São Paulo/SP

CEP.: 01302-901

+55 11 3289-5797

+55 11 3284-4976

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco